A relação do homem com o mundo

Posted on 24/03/2011

0


Foto: Fabio Giorgi

A condição humana nos impõe a necessidade de vivermos em sociedade.

O processo de socialização começa no momento da concepção, pois desde aí começamos a receber a influência do meio externo.

A relação homem com o mundo acontece de várias formas. É a família nosso primeiro grupo social.

A forma como percebemos o que nos rodeia, como aceitamos o outro, enfim a flexibilidade em relação ao diferente são fatores de grande importância na socialização.

As diferentes necessidades humanas influenciam no comportamento ocasionando uma grande diversidade nas relações dos homens entre si em todos os campos. Relações de trabalho, de amizades, familiares.

Se olharmos bem uns para os outros podemos notar aspectos semelhantes, mas veremos que somos todos diferentes, costumeiramente chamados seres singulares, não apenas física, mas também intelectual e espiritualmente, enfim em toda nossa forma de ser e agir.

Alguns com grande facilidade de crescimento em todos os aspectos, destacando-se perante os demais, outros com um pouco mais de dificuldade, mas buscando respostas e aqueles que não as encontram e também não vão ao encontro destas.

O caráter de cada indivíduo molda seu comportamento dentro da sociedade.

Os que mais se destacam, muitas vezes, têm a humildade de dividirem seu conhecimento com os outros ou há aqueles mais prepotentes ou talvez arrogantes que por esta sua forma de ser menosprezam aos demais. Já aqueles que encontram total dificuldade e se acomodam perante as situações, elegem a inveja como forma preferencial para prejudicar, criando situações adversas.

Estes indivíduos não se dão conta que perdem tempo ‘minando’ o alvo que covarde e incopetentemente elegeram ao invés de buscar suas próprias respostas para tornarem-se seres melhores, de destaque com a possibilidade, quem sabe, de equipararem-se ou até mesmo, superarem o objeto de sua inveja. Portanto, o mal é feito a eles mesmos.

Relações humanas é uma matéria complicada, de difícil entendimento desde que o mundo é mundo e vem se complicando cada vez mais na medida em que o homem evoluí.

Talvez a própria evolução humana proporcione isso. A lei do mais forte, a concorrência, a competitividade, o poder – Razão e emoção, usar da razão com emoção e da emoção com razão.

O ser humano traz consigo sentimentos, ambições; cria expectativas, envolve-se, busca o crescimento dentro daquilo que desenvolve e realiza, mas será que para conseguir êxito e atingir seus objetivos é necessário ‘atropelar’ o próximo?

 

“O pinheiro mais alto é aquele que o vento agita mais vezes.”(Horácio)

 

About these ads
Posted in: Sem categoria